SABIA QUE...?

Setembro 09 2004
favelas.jpg



.



Há muito tempo o velho dilema vem se repetindo


Na realidade dramática desta nação:


É o dilema dos “pobres brasileiros”


Que são vítimas da exclusão.


.


São milhões de empobrecidos


Jogados no berço da marginalização;


Milhares de excluídos


Marcados pelas chagas da exploração.


.


São milhões de idosos, jovens e crianças


“Crucificados” sem distinção


Sobrevivendo na miséria


E implorando por solução.


.


São milhões pedindo esmolas...


Mulheres na prostituição;


Crianças abandonadas nas ruas


E inúmeros jovens sem alfabetização.


.


São milhões passando fome


E tantos mil sem habitação


Gente catando comida no lixo


E muitos desesperados na solidão...


.


Este é o Brasil de tantos mil:


O país da exclusão!


Que não partilha sua riqueza


Com a maioria da população.


.


Por isso o pobre ficando mais pobre,


Sujeitando-se à escravidão;


Enquanto o rico, cada vez mais rico


Às custas da dominação!


.


Óh! Terra de tantos mil,


Como dói ver o povo nesta situação.


Óh! Pátria amada e idolatrada, salve...


Salve os teus filhos desta exclusão.


.


Quantas riquezas têm em teu solo


E como é bela tua Constituição.


Onde está “o penhor desta igualdade”?


Eis aí, então, o Brasil da contradição.


.


Porém, o que falta é uma política


Que promova a vida sem discriminação,


Favorecendo os mais necessitados


Com muita partilha e sem concentração.


.


E, também, não falte justiça,


Moradia e habitação


Tampouco dignidade humana,


Empregos e educação...


.


Assim, o Brasil vai mudar


E melhorar de situação


Ajudando aos “tantos mil”


Se libertarem da exclusão!


.


Caso contrário,


O velho dilema crescerá sem direcção


E o pobre excluído se organizará


Em busca de uma nova solução.


.


Levantando a bandeira da luta


Contra essa política de dominação,


Surpreendendo os dominadores


Com uma nova revolução.


.


A revolução dos sem-terra,


Dos encarcerados e dos sem-educação...


Que ensinarão ao Brasil


Como se faz a velha lição.


.


E quando os opressores menos esperarem


Eis que já estará feita a revolução:


Fruto da luta organizada pelos tantos mil filhos,


Os filhos da exclusão!




.


Daniel Macedo

publicado por Lumife às 00:07

Errata:das mais bonitas....yulunga
(http://yulunga.blogs.sapo.pt)
(mailto:yulunga1@sapo.pt)
Anónimo a 23 de Setembro de 2004 às 13:16

Uma das mais musicas bonitas brasileiras,para mim claro está,chama-se "Avé Maria do Morro" de Herivelto Martins.Julgo que é bem antiga.Já a ouvi,mas ainda não consegui o CD.Tenta encontrar.Vale mesmo a pena.Yulungayulunga
(http://yulunga.blogs.sapo.pt)
(mailto:yulunga1@sapo.pt)
Anónimo a 23 de Setembro de 2004 às 13:15

Outra visão: "Brasil, esplendor de grandezas / Terra de meras belezas / Onde a natureza expõe o mar / Onde ouvimos o canto do sabiá." de Deyze Araújo SilvaCarlos Tavares
(http://o-microbio.blogspot.com)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)
Anónimo a 9 de Setembro de 2004 às 10:05

mais sobre mim
Setembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

14
16
18

19
21
23

26
29


pesquisar
 
eXTReMe Tracker
blogs SAPO