SABIA QUE...?

Setembro 02 2004
DROGA.jpg



.



P: Quando saio com amigos de vez em quando fumo haxixe – irei ser um

toxicodependente?


.


R: Pode-se dizer que há quatro tipos de utilizadores de drogas: o que experimenta,


o que ocasionalmente consome uma droga, o que consome habitualmente e o

toxicodependente. Felizmente que nem todos os que experimentam ou consomem


uma droga com alguma frequência se tornam toxicodependentes, mas a verdade


é que todos os que são toxicodependentes começaram por experimentar uma droga.


O maior problema é que nunca temos maneira de saber se vamos ficar dependentes


ou não antes de isso acontecer e quando sabemos já é tarde demais.


.


P: O que posso fazer por um amigo que se drogue?


.


R: Continuar a tratá-lo como um amigo, o que não implica fazer o mesmo que ele.


Se te parecer que é uma situação perigosa para ele, podes aconselhá-lo a procurar


ajuda nos Centros de Atendimento de Toxicodependentes (CAT) e tentar informar-te


sobre a melhor forma de intervir nesse caso concreto ou ligando para a Linha Vida


SOS Droga (1414).


É importante que continues a cuidar de ti e da tua vida o melhor que puderes,


porque quanto melhor estiveres contigo próprio mais possibilidades terás de o ajudar.


.


P: Os meus amigos fumam droga. Se eu não fumo dizem que sou um careta.


Como posso evitar que me digam isso?


.


R: Talvez não o possas evitar, pelo menos ao princípio. Com o tempo aprenderão a

aceitar-te como és e valorizarão a tua atitude de seres tu próprio. E um dia talvez


possas ser uma referência que lhes possa ser útil e agradável.


.


P: É possível acabar com a droga?


.


R: Talvez não. No entanto, é importante que a sociedade faça tudo o que pode para

reduzir ao máximo a venda e o consumo, já que os seus efeitos individuais, familiares


e sociais são tanto mais preocupantes quanto mais a droga estiver presente no


quotidiano.


.


P: O que são drogas leves? E duras?


.


R: Costuma dizer-se que as drogas leves (haxixe e marijuana, por exemplo)


não são tão perigosas, tendo efeitos menos potentes, mais controláveis e sendo


menos susceptíveis de causar dependência do que as duras (heroína, cocaína,


LSD, etc.).


De qualquer modo, mais importante do que o efeito imediato das drogas, temos


de ter em conta o seu modo de utilização, podendo existir utilizações "duras" de


drogas leves.


.


P: Afinal quem é que se droga?


.


R: Dizem-se muitas coisas sobre isso: as pessoas que têm problemas, as que querem

curtir ou divertir-se, as que têm fácil acesso a drogas. O certo é que a maior parte

das pessoas não se droga – mesmo quando tem problemas, quando se quer divertir


ou quando é fácil experimentar ou adquirir drogas.


Pode-se dizer que há pessoas mais susceptíveis do que outras e que em certos


momentos da vida essa vulnerabilidade é maior, pode dizer-se que há condições de


vida e familiares que são difíceis – mas há sempre formas de ultrapassar ou lidar


com os obstáculos ou as dificuldades.


A decisão de usar ou não drogas é sempre uma questão individual, mesmo com

influências ou pressões de outros.



.









Serviço anónimo, confidencial, gratuito, disponível todos os dias úteis (10-24 h).



.


Serviços e unidades de prevenção, tratamento e dissuasão da toxicodependência.



.


(Instituto da Droga e da Toxicodependência)-Linha Vida S O S Droga- 1414







publicado por Lumife às 01:49

nao gosto das drogasGiovana
</a>
(mailto:nath@hotmail.com)
Anónimo a 14 de Setembro de 2004 às 02:42

Boas dicas e mais não digo... estou farto de debater temas de despenalização e liberalização actualmente...Carlos Tavares
(http://omicrobio.blogs.sapo.pt)
(mailto:carlos.roquegest@mail.telepac.pt)
Anónimo a 2 de Setembro de 2004 às 10:37

mais sobre mim
Setembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

14
16
18

19
21
23

26
29


pesquisar
 
eXTReMe Tracker
blogs SAPO