SABIA QUE...?

Setembro 06 2004
ws4.jpg
publicado por Lumife às 21:22

Setembro 06 2004
ws5.jpg
publicado por Lumife às 21:19

Setembro 04 2004
ossetia_do_norte_dr.jpg

.

Não existe fé ou causa, por mais justa, que justifique assassínio indiscriminado

de quase duzentas crianças como o perpetrado por terroristas islâmicos árabes e

chechênios em Beslan, na Rússia. A ousadia crescente e a crueldade sem limites


do terror é o maior desafio enfrentado pelo mundo civilizado.

publicado por Lumife às 14:37

Setembro 03 2004
eureka2.jpg


.

Numa altura em que toda a gente fala da Internet, e os média não param de nos

bombardear com histórias de feitos fantásticos nesta rede das redes, fica claro que a

Internet chegou, e veio para ficar. Mas a Internet não foi "planeada". Não houve

nenhum grupo de pessoas que se sentou a uma mesa e disse "vamos criar a Internet

Para perceber como nasceu a Internet temos que recuar no tempo: em 1957, a União

Soviética lançou para o espaço o primeiro satélite, o que causou bastante azáfama


junto dos Estados Unidos. Parte da resposta americana ao avanço tecnológico da

União Soviética foi a criação do "Advanced Research Projects Agency" (Agência de

Projectos de Investigação Avançada). No final dos anos 60, esta agência criou uma


rede experimental chamada Arpanet, que utilizava uma tecnologia chamada 'packet

switching' (troca de pacotes) para o transporte de informação, tecnologia esta que é a

base do que hoje conhecemos por Internet.



A tecnologia 'packet switching' funciona da seguinte forma : Quando um dos computa-

dores desta rede quer enviar informação a outro computador, divide essa informação


em diversos pacotes, e em vez de estabelecer uma ligação directa ao computador de

destino, envia os pacotes para o computador mais perto de si, com a indicação em


cada pacote do computador remetente e o computador destinatário. Os pacotes

viajam pelos computadores que estão ligados entre si, e cada computador encarre-

ga-se de enviar os pacotes pelo caminho mais curto disponível até ao destino.


A grande vantagem deste sistema era o facto de ser à prova de ataque, porque


se parte do sistema fosse inutilizado, a rede era inteligente o suficiente para enviar


a informação através das linhas e computadores ainda disponíveis.


Os correios (CTT) funcionam de uma forma semelhante: ao colocar uma carta


(pacote) no correio ela tem o endereço de destino mas não é enviada directamente


para casa do destinatário. Primeiro a carta é recolhida pelos funcionários do posto


local, é enviada para o posto mais próximo do destinatário e de seguida é levada pelo

carteiro até à casa do destinatário. Se o posto de correios mais próximo do

destinatário estiver "fechado" a carta é enviada para o posto imediatamente anterior


e distribuído a partir daí.


Naquela altura, apenas organismos militares e grandes universidades estavam


ligados entre si pela ArpaNet, mas a rede foi crescendo, e com o tempo foi permitida


a entrada de empresas. Outras redes mais pequenas foram-se ligando também a


outros computadores desta rede, formando um conjunto de redes de computadores

ligadas entre si, a que hoje chamamos de Internet.



Assim, a Internet não tem nenhum ponto central, nem é gerida por ninguém, é


apenas um conjunto de redes de computadores ligadas entre si, que utilizam a


mesma tecnologia para enviar e receber informação.



O Email (correio electrónico) foi o primeiro "serviço" a ser inventado, em 1972,


embora demorasse algum tempo até que a sua utilidade fosse totalmente compreen-

dida.



É de notar que o conceito de páginas web (a face mais visível e mais mediática da

Internet) apenas foi inventado em 1993, e foi esta tecnologia utilizada na Internet a

responsável pela verdadeira explosão de número de utilizadores, número de

computadores, e redes ligadas. Até essa altura, os utilizadores da Internet apenas

trocavam Email, descarregavam ficheiros e utilizavam serviços baseados em texto,


hoje em dia pouco conhecidos.



E como nasceu a tecnologia que serviu de base para a criação das páginas web?


Em 1992, no CERN - Laboratório Europeu de Física de Partículas, na Suíça, um


cientista chamado Tim Berners-Lee inventou uma forma de disponibilizar páginas


de texto com 'links' onde se podia clicar para saltar para outras páginas. Lee desen-

volveu este método de navegação na informação porque queria ter a possibilidade de

obter mais informação sobre um dado termo ou tópico presente num texto, quando

necessário.



Em 1993 Marc Andreessen e os seus colegas de trabalho no NCSA - National Center


for Supercomputing Applications (Centro Nacional para Aplicações de Super-compu-

tação), criaram o primeiro browser - programa para navegar nas páginas web,


chamado Mosaic.

O resto da história é já conhecida por muitos : O Mosaic foi evoluindo, e quando


Marc Andreessen fundou uma pequena empresa chamada Netscape para desenvolver

um 'browser' mais robusto, o crescimento e evolução da web tomou proporções

verdadeiramente incríveis, e com o crescimento da web, cresceu também, a um


ritmo alucinante, o número de utilizadores de Internet.



publicado por Lumife às 02:55

Setembro 02 2004
DROGA.jpg


.


P: Quando saio com amigos de vez em quando fumo haxixe – irei ser um

toxicodependente?

.

R: Pode-se dizer que há quatro tipos de utilizadores de drogas: o que experimenta,

o que ocasionalmente consome uma droga, o que consome habitualmente e o

toxicodependente. Felizmente que nem todos os que experimentam ou consomem

uma droga com alguma frequência se tornam toxicodependentes, mas a verdade


é que todos os que são toxicodependentes começaram por experimentar uma droga.


O maior problema é que nunca temos maneira de saber se vamos ficar dependentes

ou não antes de isso acontecer e quando sabemos já é tarde demais.

.

P: O que posso fazer por um amigo que se drogue?

.

R: Continuar a tratá-lo como um amigo, o que não implica fazer o mesmo que ele.


Se te parecer que é uma situação perigosa para ele, podes aconselhá-lo a procurar


ajuda nos Centros de Atendimento de Toxicodependentes (CAT) e tentar informar-te

sobre a melhor forma de intervir nesse caso concreto ou ligando para a Linha Vida

SOS Droga (1414).

É importante que continues a cuidar de ti e da tua vida o melhor que puderes,


porque quanto melhor estiveres contigo próprio mais possibilidades terás de o ajudar.

.

P: Os meus amigos fumam droga. Se eu não fumo dizem que sou um careta.


Como posso evitar que me digam isso?

.

R: Talvez não o possas evitar, pelo menos ao princípio. Com o tempo aprenderão a

aceitar-te como és e valorizarão a tua atitude de seres tu próprio. E um dia talvez

possas ser uma referência que lhes possa ser útil e agradável.

.

P: É possível acabar com a droga?

.

R: Talvez não. No entanto, é importante que a sociedade faça tudo o que pode para

reduzir ao máximo a venda e o consumo, já que os seus efeitos individuais, familiares

e sociais são tanto mais preocupantes quanto mais a droga estiver presente no


quotidiano.

.

P: O que são drogas leves? E duras?

.

R: Costuma dizer-se que as drogas leves (haxixe e marijuana, por exemplo)


não são tão perigosas, tendo efeitos menos potentes, mais controláveis e sendo


menos susceptíveis de causar dependência do que as duras (heroína, cocaína,


LSD, etc.).


De qualquer modo, mais importante do que o efeito imediato das drogas, temos

de ter em conta o seu modo de utilização, podendo existir utilizações "duras" de

drogas leves.

.

P: Afinal quem é que se droga?

.

R: Dizem-se muitas coisas sobre isso: as pessoas que têm problemas, as que querem

curtir ou divertir-se, as que têm fácil acesso a drogas. O certo é que a maior parte

das pessoas não se droga – mesmo quando tem problemas, quando se quer divertir

ou quando é fácil experimentar ou adquirir drogas.

Pode-se dizer que há pessoas mais susceptíveis do que outras e que em certos


momentos da vida essa vulnerabilidade é maior, pode dizer-se que há condições de


vida e familiares que são difíceis – mas há sempre formas de ultrapassar ou lidar


com os obstáculos ou as dificuldades.

A decisão de usar ou não drogas é sempre uma questão individual, mesmo com

influências ou pressões de outros.


.








Serviço anónimo, confidencial, gratuito, disponível todos os dias úteis (10-24 h).


.

Serviços e unidades de prevenção, tratamento e dissuasão da toxicodependência.


.

(Instituto da Droga e da Toxicodependência)-Linha Vida S O S Droga- 1414







publicado por Lumife às 01:49

mais sobre mim
Setembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

14
16
18

19
21
23

26
29


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO