SABIA QUE...?

Novembro 29 2009

Psoríase

O meu marido sofre de psoríase. Gostaria de saber quais as causas deste problema, qual a probabilidade de a minha filha de cinco anos vir a sofrer do mesmo mal, os principais cuidados a ter e se já existe em Portugal algum tratamento que cure completamente este problema.



A psoríase vulgar é uma doença eritematodescamativa da pele, isto é, traduz-se por manchas encarnadas e descamativas da pele cujos locais mais habituais são os cotovelos, joelhos, couro cabeludo, palmas das mãos e plantas dos pés, podendo disseminar e ocorrer em todo o tegumento.




É uma doença de hereditariedade incompleta, isto é, quem tem a doença teve na família alguém que também sofreu da mesma e terá descendentes que poderão (ou não) vir a sofrer dela.




É uma doença benigna, que se pode agravar com o stress mas que não é contagiosa e que, neste momento, não tem cura, em Portugal ou em qualquer outro país.




Existem muitos tratamentos tópicos e sistémicos para fazer consoante o grau de gravidade.




Também a Fototerapia (exposição a ultravioletas A ou B, que se diferenciam pelo seu comprimento de onda mais longo ou mais curto, respectivamente), que existe nos consultórios de alguns dermatologistas, pode ser uma solução terapêutica, uma vez que o sol melhora muitas as psoríases.




Fala-se, neste momento, em terapêuticas biológicas que são caras e que, no nosso país, são apenas usadas em tratamento hospitalar (estatal) e que devem ser feitas aos doentes cuja psoríase seja tão limitativa e dolorosa (lesões extensas, secura marcada e artropatia), tendo efeitos secundários de certa gravidade e obrigando a um controle médico mais apertado.




Acredito que através dela estejamos mais perto da cura do que alguma vez antes.



Dr. Fernando Guerra -Dermatologista


Nasceu na capital, onde se formou em Medicina. É médico dermatologista, responsável pela Epilaser, Clínica de Dermatologia e Laser. Foi assistente hospitalar graduado dos Hospitais Civis de Lisboa, lugar que abandonou para se dedicar à clínica privada. É sócio da Sociedade Portuguesa de Dermatologia e fundador do Grupo Português de Dermatologia Cosmética e Estética. Sócio da Academia Americana de Dermatologia, pertenceu durante seis anos ao Colégio de Dermatologia e Venereologia da Ordem dos Médicos e foi sócio fundador da Academia Europeia de Dermatologia e Venereologia.

(in Saber Viver)

publicado por Lumife às 13:04

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

30


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO